sexta-feira, 25 de setembro de 2009

Romantismo extinto.




Tortura é ter a consciência racional que neste mundo prático não existe lugar para o verdadeiro romantismo...algo que os práticos do mundo chamam de romantismo é presentear com rosas... dar bombons de chocolate... dizer vagamente "eu te amo", mesmo sem saber de fato o que é o amor, muitos inclusive ja não acredita mais neste sentimento.

O romântico é idealista, é sonhador, é puro, pula de cabeça sem checar os para quedas (ele nem ao menos se importa se está ou não com para quedas)... o romântico é sofredor nato, e a tortura é aumentada quando alguém - racional como este mundo- se diz entendedor e resolve aconselhar...só quem entende o sofrimento do romântico é outro romântico.

Não existe espaço para romantismo neste mundo. O mundo é da praticidade, do toma lá dá cá, da "inteligencia emocional", do desapego, do individualismo emocional. O verdadeiro romântico não consegue se enquadrar neste mundo, não consegue ser usurpador nem aproveitador, não consegue ser egoísta.

Românticos são loucos, vivem no mundo das ideias, dos sonhos, não conseguem sobreviver na vida prática sem a ilusão sonhadora, e isto é tortura. O romântico é um "doente" da alma, tem um grito reprimido no peito, um choro que vem na garganta, engasga e volta sem que as lágrimas rolem...

Tortura maior é ter a certeza que não existe lugar para romantismo neste mundo, que as pessoas não entendem (apesar de dizer que sim) e na verdade não querem românticos.

O romantismo é um ópio, ajuda a seguir e ao mesmo tempo maltrata. Saber que é necessário mudar, ser racional e no entanto não conseguir, pois mudar é simplesmente jogar a última pá de terra sobre a esperança, é mudar o que somos de verdade. Então surge outro conflito, viver dos sonhos e ilusões ou viver falsamente se enganando e virando algo que na essência você não é?

Por isto os românticos pegam o trem mais cedo, o mundo não tem espaço para eles, este mundo é só sofrimento, um sofrimento viciante. A alma do idealista é sofredora! E sofre cada vez mais, sobretudo com os "remédios" e "receitas" que todo mundo dá...
A pedra não vira água, nem a água vira planta, cada um é o que é e só existe mudança quando termina o ciclo, onde as moléculas de disassociam e se reorganizam para formar outros elementos. Quando será que o trem vai passar?

O romântico é um eterno solitário neste mundo, sempre em busca daquele amor que, lá no fundo, sabe que não existe, pois as pessoas deste mundo não o conhecem. Ele anda sempre solitário... ainda que esteja na multidão, sorrindo, fazendo rir e fazendo outros serem felizes, ele esta sempre solitário e com uma tristeza profunda... ninguém o entende e quando aparece alguém que parece que entende, ele pula sem para quedas mais uma vez e cai de cabeça... e não morre, mas levanta para sofrer... sempre esperando o trem passar para ocupar seu lugar no vagão.


Igor Monteiro

quarta-feira, 23 de setembro de 2009

Esmolas da vida

O grande lance é se contentar com as esmolas de felicidades que a vida coloca em nosso vaso... Quem consegue se contentar com isto é feliz! Eu necessito aprender a gostar das esmolas, porque grande tesouro não existe fora do mundo dos sonhadores.


Igor Monteiro

segunda-feira, 21 de setembro de 2009

Perfil Psicológico

Bem, para um conhecimento mais direto e baseado na filosofia de Jung sobre minha pessoa postarei o resultado de um teste de perfil psicológico meu encontrado no link chamado A-HA na barra lateral do meu blog.

econtrei 95% de semelhança e veracidade em meus resultados.

INFP* - Perfil de Personalidade

Seu modo principal de viver é focado internamente, lidando com as coisas de acordo com a maneira com que você se sente quanto a elas, ou de acordo com a maneira com que elas se encaixam no seu sistema de valores pessoais. Seu modo secundário é exterior, através do qual você absorve fatos principalmente através da sua intuição.

Você, mais do que outras pessoas que são intuitivas e que dão mais ouvidos aos sentimentos do que à razão pura, é focado em fazer do mundo um lugar melhor para as pessoas. Sua primeira meta é encontrar o seu significado na vida, perguntando coisas do tipo: “Pra quê eu existo? Qual é o meu propósito? De que maneira eu posso melhor servir a humanidade durante a minha vida?” Você é uma pessoa idealista e perfeccionista, e se esforça ao extremo para atingir os objetivos que identificou para si mesmo.

Você é muito intuitivo sobre as pessoas. Você conta totalmente na sua intuição para te guiar, e usa suas descobertas para buscar constantemente o valor da vida. Você está numa missão contínua para encontrar a verdade e o significado das coisas. Cada interação e cada pedaço de sabedoria adquirida é filtrada pelo seu sistema de valores, e avaliada para ver se existe algum potencial para lhe ajudar a definir ou refinar mais ainda seu próprio caminho na vida. A meta final é sempre a mesma – você se esforça para ajudar as pessoas e para fazer do mundo um lugar melhor.

Em geral, uma pessoa gentil e de muita consideração, você é um bom ouvinte e deixa as pessoas à vontade. Mesmo que reservado ao expressar suas emoções, você se importa demais com os outros, e é genuinamente interessado em entender as pessoas. Esta sinceridade é percebida pelos outros, fazendo de você um amigo especial, e em que se pode confiar. Você geralmente é muito caloroso com as pessoas que você conhece bem.

Você odeia conflitos, e faz o que puder para evitá-los. Se você precisa encará-los, será sempre utilizando a perspectiva dos seus sentimentos. Em situações de conflito, você dá pouca importância para quem está certo e quem está errado. Você presta atenção à maneira com que você se sente quanto ao conflito, e não se importa muito se seus sentimentos estão ou não corretos. Você simplesmente não quer se sentir mal. Essa característica às vezes faz com que você aparente ser uma pessoa irracional e ilógica em situações de conflito. Por outro lado, você faria um ótimo papel de mediador, e tem facilidade de resolver os conflitos dos outros, porque você entende intuitivamente as perspectivas e os sentimentos das pessoas, e quer genuinamente ajudá-las.

Você é flexível e despreocupado, até que um de seus valores seja violado. Assim, se seu sistema de valores está sendo ameaçado, você pode se tornar agressivo, lutando com muita garra e paixão por sua causa. Quando você começa um projeto no qual se interessa, é muito comum que este se torne uma “causa” para você. Apesar de você não ser uma pessoa focada em detalhes, você cobrir cada detalhe necessário com vigor e determinação, enquanto lutando por essa sua causa.

Quanto a detalhes mundanos da vida (como lavar, limpar, passar, etc), você praticamente não está ciente deles. Você pode passar meses sem perceber as manchas no carpete, mas você cuidadosamente e meticulosamente remove aquele filetinho de poeira que caiu em cima do seu caderno de projetos.

Você não gosta de ter que lidar com fatos concretos e com lógica. Seu enfoque pessoal nos seus sentimentos e na condição humana torna difícil que você lide com decisões impessoais. Você não compreende nem acredita na validade de uma decisão que não leva as pessoas em consideração, fazendo de você uma péssima pessoa para tomar esse tipo de atitude. Você provavelmente evitará análises impessoais, apesar de poder desenvolver esta capacidade, e de conseguir ser bastante lógico. Sob estresse, é comum que você utilize a lógica de uma maneira errada quando, por exemplo, num momento de raiva, em que você cita fato após fato (e geralmente não completamente corretos) em uma explosão emocional.

Você tem padrões altíssimos e é um perfeccionista. Consequentemente, você é muito duro consigo mesmo, e não dá muito valor às suas conquistas. Você pode acabar tendo problemas na hora de trabalhar em um projeto em grupo, pois seus critérios e padrões tendem a ser bem mais altos do que os do resto do grupo. Nessas situações, você pode ter um problema de “controle”. Você precisa tentar equilibrar seus ideais com suas necessidades do dia-a-dia. Sem resolver este conflito, você nunca ficará feliz consigo mesmo, e pode ficar confuso e paralisado quanto ao que fazer de sua vida.

Pessoas como você geralmente são escritores talentosos. Você pode se sentir esquisito e desconfortável em se expressar verbalmente, mas você tem uma capacidade maravilhosa de definir e de expressar no papel o que você está sentindo. Você também gosta de participar de profissões de cunho social, como na área de aconselhamento ou de educação. Você se encontra o mais confortável e feliz possível quando trabalha pelo bem das pessoas, e onde você não precisa usar lógica intensamente.

Se você desenvolver suas potencialidades você poderá realizar feitos maravilhosos, apesar de que provavelmente você nunca irá reconhecê-los como tais. E lembre-se: algumas das pessoas que mais causaram desenvolvimentos dos seres humanos no mundo foram pessoas como você.

-------------------------------------------------------------------------------------
(*)

SIgnificado das letras do indicador Myers Briggs Type Indicator

Introvertidos (I)

  • São energizados quando despendem o tempo sozinhos
  • Gostam de concentrar sua energia no mundo interno das idéias e pensamentos

Intuitivos (N)

  • Tentam entender as conexões, significados e implicações
  • São pessoas mais imaginativas e criativas

Sentimentais (F)

  • Tomam as decisões baseados em como se sentem acerca do assunto e como os outros serão afetados
  • Valorizam a empatia e a harmonia; vêem a exceção para a regra

Perceptivos (P)

  • São mais felizes deixando as suas opções abertas
  • Tendem a sentirem-se ansiosos e inseguros ao tomarem decisões

TEMPERAMENTO -

  • NF: Intuitivo Sentimental (chamados Idealistas) – Tipos: INFP, ENFP, INFJ, ENFJ

Os NFs acreditam que a cooperação amigável é a melhor forma para que as pessoas atinjam os seus objetivos. Eles sonham em remover os muros de egoísmo e conflito que dividem as pessoas e têm um talento único para ajudar as pessoas a resolver as suas diferenças e assim trabalharem juntas. Tal harmonia interpessoal poderia ser um ideal romântico, mas os NFs são românticos incuráveis que preferem concentrarem-se no que poderia ser em vez do que no que é.

-----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Esta é uma das minhas "facetas" segundo a psicologia Junguiana... talvez em momento oportuno eu coloque aqui facetas astrológicas....



O vaso

O vaso que estava vazio há muito tempo subitamente encheu e transbordou... mas também imediatamente voltou a estar vazio.

Já não sei se o que preencheu o vaso evaporou subitamente por causa da alta temperatura, ou se na verdade ele foi preenchido apenas pela vontade subconciente de que ele estivesse cheio, e posteriormente fui empurrado para a realidade.

o vaso continua vazio, só que mais vazio que antes.


Igor Monteiro

domingo, 20 de setembro de 2009

Não espere!

"Jamais espere nada de ninguém... você sempre vai se decepcionar em algum momento. Você é sozinho no mundo e só pode confiar-esperar de você mesmo"

Igor Monteiro

Peregrinação

"Somos peregrinos nesta vida, e tal como peregrinos estamos condenados a solidão, ainda que caminhemos lado a lado estaremos sempre solitários."

Igor Monteiro

quinta-feira, 17 de setembro de 2009

Em vão

em vão espero o telefone tocar, quando toca o coração bate mais forte...
em vão espero...
em vão olho meus e-mails sem respostas...
em vão espero...
em vão tenho esperanças e tendo entender...
em vão espero...
em vão suspiro e me pergunto porque...
em vão espero...
em vão tive esperanças...
em vão me desespero...
Outra grande rasteira da vida!


Igor MOnteiro